Gamificação

Gamificação, do inglês Gamification,é a prática de aplicar mecânicas de jogos em diversas áreas, como negócios, saúde e vida social. O principal objetivo é aumentar o engajamento e despertar a curiosidade dos usuários e, além dos desafios propostos nos jogos, na Gamification as recompensas também são itens cruciais para o sucesso. Embora não seja necessário criar um jogo em si, a prática tem ganhado muito espaço na sociedade, e vem sido inserida até em aplicativos e livros.


A magia da Gamificação


A Gamification é uma constatação sobre como os seres humanos sentem-se atraídos por jogos. Sejam eles eletrônicos ou analógicos, a verdade é que a humanidade sempre teve grande engajamento para apreciar e participar de jogos. Podemos citar os exemplo mais famosos, como os gregos com seus jogos olímpicos, ou os romanos com suas sangrentas lutas entre gladiadores.


Após essas características humanas levantadas, a PhD e designer de jogos JaneMcGonigal identificou que todos os jogos, independentemente de gênero, faixa etária e outros fatores, têm quatro características: meta, regras, sistema de feedback e participação voluntária.




As técnicas de Gamificação se aproveitam dos desejos naturais por competição, realização (obtenção de resultados), recompensa, autoexpressão, vaidade, altruísmo e reconhecimento. Essas técnicas tendem a incluir:


  • Emblemas de conquistas.

  • Níveis de conquistas.

  • Classificação de usuários.

  • Utilização de uma barra de progresso ou outra métrica visual que indica o quão perto as pessoas estão de completar certas tarefas que uma companhia está tentando encorajar, como completar um perfil numa rede social ou ganhando um prêmio por lealdade de frequência a lojas.

  • Dinheiro virtual.

  • Sistemas para premiar, recuperar, trocar ou presentear pontos.

  • Desafios entre usuários.

  • Incorporação de pequenos jogos casuais em outras atividades.


A Gamificação utiliza os mecanismos dos jogos eletrônicos para criar um ambiente repleto de significado, interatividade e desafio. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a Gamificação não é sobre deixar as coisas mais divertidas e agradáveis, trata-se de uma estratégia para atingir resultados corporativos.


O objetivo da Gamificação é incentivar os comportamentos pessoais que trarão resultados para a empresa, fazendo isso da mesma forma que qualquer jogo faz alguém querer vencer um desafio. Resumindo, a Gamificação tende a melhorar um processo já existente utilizando os conceitos dos games para motivar o empenho dos colaboradores.


Tipos de Gamificação


A Gamificação pode ser utilizada para duas finalidades básicas. Um tipo visa atrair e engajar clientes (voltada para o público externo) e o outro, foca no treinamento e engajamento dos profissionais .


No primeiro caso, a Gamificação é usada para fidelização de clientes. Atualmente mais usado para consumidores que acessam websites e aplicativos. Já a Gamificação para equipes é usada para engajamento de time de vendas, suporte, desenvolvimento, etc.


A Gamificação pode ser utilizada para melhorar processos que já existem, mas, ao contrário do que muitos pensam, não se trata de uma tecnologia nova. A Gamificação apenas incorpora a dinâmica dos games com adaptação para gerar resultados operacionais e gerenciais.


A estratégia tem base no funil da Gamificação onde os colaboradores podem avançar por etapas até alcançarem um nível de liderança dentro da empresa. Veja abaixo as etapas que compõem o funil da Gamificação:


  1. Know

  2. Learn

  3. Do

  4. Leadership

  5. Embassador.

Além de aumentar a satisfação dos colaboradores pelo trabalho, a Gamificação contribui para uma melhora contínua dos processos da empresa. Lembrando que é uma estratégia aplicável em diversos ambientes organizacionais.

2 visualizações0 comentário